Precisa de Ajuda?
  • Entre em contato - (11) 4266-1380
  • dependência emocional surge de uma maneira sutil, mascarada e rotulada como “amor intenso e incondicional”. Frases como “não vivo sem esta pessoa” são comuns e, inicialmente, podem parecer recheadas de sentimentos positivos. Parece um belo romance, similar aqueles que vemos em filmes e séries.

    Essa dependência é mais presente quando há uma dinâmica doentia, envolta em possessividade e ciúmes, entre duas pessoas. O dependente quer ser o centro do mundo do outro, sufocando-o com suas demandas e necessidades. As partes envolvidas deixam de querer ficar juntas por prazer e sentem-se obrigadas a permanecerem no relacionamento. 

    Apenas para reforçar o que já falamos aqui, a dependência emocional é um transtorno psicológico, assim como a dependência química, alcoolismo, depressão, etc.

    Os sintomas do transtorno podem variar de acordo com o nível de dependência no qual a pessoa já está inserida. Entretanto, podemos listar os principais sinais, que são:

    • Ciúme excessivo: Por justamente ter medo do abandono.

    • Dificuldades para demonstrar desacordo: O dependente aceita tudo que a outra pessoa diz, sem emitir uma opinião própria por depender do pensamento alheio.

    • Extremismos: É capaz de se sujeitar a coisas extremas para receber atenção e carinho. Isso inclui atitudes agressivas e violentas.

    • Apresenta medo irreal de abandono: Sufocando a pessoa ao seu lado e fazendo com que ela “largue tudo” para demonstrar que não irá abandoná-lo.

    • Dificuldade para iniciar projetos: Tendo em vista que sempre precisará de opiniões alheias.

    • Sente-se incapaz para tomar decisões: Deixando na mão de outra pessoa as suas responsabilidades.

    É possível perceber um certo padrão caracterizado por questões afetivas sempre insatisfeitas. Como se o indivíduo precisasse de “doses maiores” da outra pessoa, a cada dia. Muito parecido com o que acontece com a dependência química, por exemplo.

    Assim como todos os outros tipos de transtornos psicológicos, a dependência emocional também possui tratamento.

    O primeiro passo é reconhecê-la. Pois se a pessoa não sabe que tem um problema, obviamente não irá buscar ajuda.

    Como lidar com a dependência emocional?

    A pessoa que busca satisfazer as suas pendências emocionais no outro raramente consegue fazê-lo. A procura pela segurança e pelo amor se torna eterna porque ninguém é capaz de preencher o vazio presente em seu peito. Ainda assim, ela acredita que é impossível viver sem estar acompanhada. 

    Para conseguir se livrar da dependência emocional de uma vez por todas é fundamental investigar as origens desse apego extremo. É uma experiência ruim do passado? Um relacionamento afetivo que não deu certo? Um trauma de infância? Falta de expressões de amor dos pais e familiares? 

    Isso implica em confrontar lembranças e medos desconfortáveis. O enfrentamento não é feito de um dia para o outro tampouco em um único mês de terapia. É um processo longo de introspecção e construção do amor-próprio, que requer a superação de limitações emocionais. 

    Quebrar o elo com a dependência significa encontrar a liberdade pela primeira vez. Para quem nunca viveu sem amarras, esse pensamento pode ser intimidador. No que você poderá se segurar para não se sentir inseguro, indesejado e incapaz? 

    A resposta é simples: em você mesmo. Acabar com a dependência é também transferir a necessidade de atenção e de carinho para si mesmo. Em vez de escolher alguém para ser o seu porto seguro, você será o seu porto seguro!

    Para chegar a esse ponto, muitas reflexões sobre vivências, emoções e crenças débeis são necessárias. Pessoas dependentes levam tempo para encontrar motivos para se amar, por isso, esse processo raramente é efetivo quando feito sozinho. 

    A dependência emocional prejudica tanto a pessoa dependente quanto a pessoa alvo das incansáveis exigências por atenção. O relacionamento que tem como alicerce essa forma de dependência está fadado a ser nocivo para ambas as partes envolvidas. 

    Agora que você já sabe como surge a dependência emocional, e se encaixe nesta situação, nos contate na Clínica de Recuperação Grupo Nova Vida. Será um prazer poder ajudar!

    Entre em contato

    Tratamento Somente Particular

    Horários de Atendimento: Segunda à Sexta das 8:00 ás 21:00

    Finais de Semana e Feriados (Somente via WhatsApp ou E-mail) - Remoção 24 horas;

    Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.